• Quem somos

    A Convenção Batista Paraibana é uma organização religiosa, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, com sede e foro na Cidade de João Pessoa, Capital do Estado da Paraíba, fundada em 1924, por tempo indeterminado, constituída das igrejas batistas estabelecidas no território do Estado da Paraíba e a ela filiadas.

    A Convenção é a entidade que representa as igrejas batistas na Paraíba a ela afiliadas assessorando-as na obra da evangelização, missões, ação social, educação e literatura cristã.
    _______
    MISSÃO
    _______
    Promover a integração das Igrejas Batistas Paraibanas através da cooperação mútua, auxiliando-as a cumprir sua missão integral, para Expansão do Reino de Deus.
    ______
    VISÃO
    ______
    Ser, até 2014, referencial de Convenção denominacional onde as igrejas arroladas participam plenamente em um único programa missionário estadual efetivo.

    __________
    Executivos:
    __________

    Secretário Geral (Interino):
    Pr. Antônio Morais de Medeiros
    __________
    Secretária da CEM – Evangelismo e Missões:
    Pra. Diana Flávia Cavalcanti
    __________
    Secretário da CETEC – Ed.Teológica:
    Pr. José Sérgio da Cunha
    __________
    Secretária da CAS – Ação Social:
    Profª. Luzauri Bezerra

    ________
    Diretoria:
    ________

    PRESIDENTE:
    Pr. Francimar Gomes Moura
    _________________________
    1º VICE-PRESIDENTE:
    Pr. Sebastião Tavares
    _________________________
    2º VICE-PRESIDENTE:
    -
    _________________________
    1º SECRETÁRIO:
    Pr. Linaldo de Souza Guerra
    _________________________
    2º SECRETÁRIA:
    Prª Diana Flávia C. A. H. S. Silva
    _________________________
    3º SECRETÁRIO:
    Pr. José Pires Morais

    ____________
    Organizações:
    ____________

    OPPB – Odem dos Pastores
    Presidente (Interino):
    Pr. Linaldo de Souza Guerra

    UHB – União de Homens
    Presidente: Dc.Leomax Fernanndes
    Executivo: Dc.Waldemar Monteiro

    UFMB – União Feminina
    Presidente: Ir. Josileide Ferreira
    Executivo: Ir. Solange Monteiro

    JUBAIBA – Juventude Batista da Paraíba
    Presidente: Emanuela Monteiro
    Executivo: Igor Pessoa

Procrastinação e Ano Novo

Para que se tenha um ano realmente novo é necessário tomar algumas medidas importantes e que não podem ser negociadas. O problema já começa aqui. Temos uma mania incorrigível de negociar os termos dessas medidas. É a procrastinação, do latim procrastinatus: pro- (à frente) ecrastinus (de amanhã). O dicionário Aurélio define Procrastinar como: 1. Transferir para outro dia; adiar; delongar, demorar… Logo, um procrastinador é um indivíduo que evita tarefas ou que está evitando uma tarefa em particular. O que o Aurélio não revela é que o ato de procrastinar é sintoma de um problema de ordem psíquica.

A procrastinação resulta em desconforto e prejuízo em muitas áreas. O dano incide sobre o patrimônio material e existencial. Sensação de culpa, perda de produtividade e vergonha por ser classificado como preguiçoso, irresponsável etc.

Não é incomum que de vez em quando nos portemos de modo a relaxar com a rigidez das exigências e acabemos procrastinando. Quando essa procrastinação, entretanto, se torna crônica, manifestando-se com uma frequência ligeiramente acima do aceitável, então é provável que o caso seja sinal de algum problema de ordem psicológica ou fisiológica.

A preguiça, que já foi classificada como um dos pecados capitais, hoje é vista com bastante complacência pela psicologia como baixa autoestima ou ansiedade. Ainda que se possa explicar a procrastinação como desordem psicológica ou fisiológica, não podemos esquecer a exortação bíblica de que devemos fazer todas as coisas que vierem às nossas mãos ?conforme nossas forças? (Ec. 9.10).

Cumpre a nós, como responsáveis por administrar nossas vidas, romper com a procrastinação de modo a fazer conforme as nossas forças tudo o que vier às nossas mãos. Deus não nos pede para irmos além das nossas condições físicas e emocionais; O equilíbrio da Palavra requer apenas que sejamos diligentes.

A prosperidade é a regra, a escassês exceção. Se, todavia, falharmos em gerenciar o tempo e as oportunidades, entregando-nos ao ócio e à procrastinação, nos veremos prejudicados e experimentaremos a falta no lugar da provisão. O Deus da providência já preparou os meios para uma jornada bem suprida. A diligência (zelo, aplicação, presteza…) de cada um vai definir se comeremos o melhor dessa Terra ou não. O Deus abençoador e dadivoso já decretou: ?Se ouvirdes e me quiserdes comereis o melhor desta terra? (Is 1.19).

Stop waiting for things to happen; Go out and make them happen! ?Pare de esperar que as coisas aconteçam; saia a campo e faça com que aconteçam!? Lembre-se: Procrastinação e ano novo não se combinam! Faça as suas orações, busque a Deus, mas também não se esqueça de arregaçar as mangas e fazer o que precisa ser feito. Prepare-se para surpresas! Voce certamente terá um ano novo realmente novo, abençoado e próspero!

Pr. Luiz C. Leite

Fonte:http://www.guiame.com.br/27279_1634_Procrastina_o_e_ano_novo.html


Anúncios